Pra falar de Jesus

Esse blog foi feito com um único propósito: Falar de Jesus.Essa é a minha intenção principal. Espero que todos gostem.Estou aqui para levar a palavra de Deus a toda criatura, e tenho certeza de que você não chegou aqui por nada. Seja bem vindo, venha você também fazer parte dessa família.Sua opinião é muito importante. Não deixe de deixar um comentário ok!??!?!?

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Confissão: Um testemunho que você precisa ler ( parte 1)

Confissões de uma mulher cristã perfeita
Por que não fazer de hoje o dia em que você fará uma limpeza e colocar para fora aqueles segredos escondidos? Você poderá se surpreender que outras vivem as mesmas dificuldades e dilemas que você.
Geralmente sou uma pecadora fechada, faço as besteiras e as mantenho escondidas. Durante a maior parte da minha vida, consegui caminhar próxima à linha tênue da rebelião descarada. Quando eu tinha 12 anos, passava trotes para vários lugares e removi (leia-se: roubei) um livro da biblioteca pública, intitulado Tudo o que você sempre quis saber sobre sexo, mas tinha medo de perguntar.
A conselheira das mulheres na faculdade que cursei nunca soube que fui eu quem pregou uma peça em uma colega do curso. Quando tinha 22 anos, era professora de Ensino Fundamental, quase fui flagrada pela diretora entretendo meus colegas com imitações, inclusive da própria diretora. Alguns anos depois, minhas besteiras tornaram-se sérias, pois, depois de me tornar mãe de dois filhos, tive um acesso de raiva e agi de uma maneira que aterrorizou tanto a meus filhos quanto a mim. Não sou santa e nem pretendo ser. Mas, por mais difícil que seja crer nisto, de alguma maneira consegui deixar 99,9% destas coisas escondidas. Como alguém que frequenta a igreja e que aparentemente administra uma família feliz, evitei ter qualquer atenção voltada a este lado sombrio da minha vida. Mas isso teve um custo.
Minhas mentiras sobre o quanto eu gastava trouxeram problemas financeiros para o meu casamento. Pensamentos invejosos afastaram de mim os amigos e a alegria. A raiva adolescente que tentei manter dentro de mim, causando auto mutilação, explodiu 12 anos depois na direção dos meus filhos mais velhos. E quando o álcool veio na minha direção em períodos de solidão e depressão, eu ouvi seu chamado. Então, esta sou eu: Julie Barnhill em toda a sua glória e esplendor.
Talvez você esteja pensando: “Sim, você nos contou segredos de sua vida, mas nenhum deles se compara com os meus.” Poderíamos até criar um jogo para ver quem seria a campeã, muitos dos seus segredos poderiam ser os primeiros da lista. A questão é: precisamos abraçar a verdade de que não estamos sozinhos em nossos lugares secretos. Não importa o que se esconde debaixo de nossas camadas e mecanismos de defesa, Deus esta lá, dentro de nós.
Quanto mais eu vivo, mais me torno desesperada por um perdão revolucionário que leva ao fim as áreas ocultas e os elementos clandestinos da minha vida.
Mas existe uma questão: a confissão só pela confissão pode se tornar facilmente em um momento tablóide em nada diferente dos programas de televisão que entregam todos os detalhes da vida de alguém. Não é suficiente apenas dizer os fatos. A confissão genuína nos leva ao perdão radical, disponível apenas através de Cristo, que cobre qualquer coisa que tivermos feito, não importa o quão horrível ela possa parecer. Jesus Cristo conhece nossos segredos, e estes segredos nunca poderão parar o amor que ele tem por nós. No entanto, estes segredos criam uma barreira entre nós e a vida de liberdade, livre da vergonha, vida que ele deseja para nós. Contamos a Deus nossos segredos para encontrarmos redenção, para sermos resgatados e, por fim, para conseguirmos a vida eterna.
Compartilhamos nossos lugares secretos com amigos em quem confiamos para que possamos conhecer a realidade da cura divina através de relacionamentos de carne e osso, relacionamentos com aqueles que amamos na Terra. Infelizmente, temos como foco as questões e circunstâncias, pecados e falhas. Quando isso acontece, nos tornamos vulneráveis ao pai das mentiras. (Satanás)
Ele fará o que for necessário para nos levar a crer que Deus nunca perdoará nossos pecados. Ele fingirá que existem coisas que possamos executar que façam com que o amor de Deus por nós termine. Em algum momento da vida, já acreditei em pelo menos três destas mentiras:
Continua...........

Nenhum comentário: